"Na nossa cultura organizacional, tornar as pessoas felizes é a nossa missão e para isso, trabalhamos com qualidade." R. P.

20
Mai 08

 

     Ana Rita Ferreira Rodrigues Santos,  Educadora de Infância do Centro Social Paroquial do Sarzedo, o rosto visível do trabalho positivo praticado nas valências de Infância, onde carinhosamente é tratada por “Professora Rita”.

     Em Julho de 2000 foi monitora na colónia de férias para crianças dos 5 aos 13 anos, da valência de ATL do CSP de Côja, que se realizou na casa da sagrada família na Praia de Mira.
     Em Agosto e Setembro do mesmo ano desenvolveu trabalho de voluntariado na valência de ATL do mesmo Centro Social. Neste período foi ainda monitora no programa “Féria em movimento – Verão 2000”, para jovens dos 15 aos 17 anos, projecto de intercâmbio entre o CSP de Côja e o IPJ.
    Em Junho de 2001, realizou o estágio do curso de Educação de Infância no Centro Social de Torre do Mondego em Coimbra.
    Em 2002 realizou, igualmente estágio no âmbito do curso, acima citado, “O Barquinho”, freguesia de Stº. António dos Olivais, em Coimbra.
     Em 2003 desenvolveu trabalho de voluntariado na casa da criança Maria da Natividade Filipe, em Côja, pertencente à Fundação Bissaya Barreto de Coimbra.
     Entre 2002/2003 realizou estágio do curso de educação de Infância no C.P. de Bem Estar Social de Almalagûes- Coimbra.
     Ainda em 2003 realizou estágio, do referido curso, mas desta vez na valência de creche, na creche e jardim de Infância, Mondego, Associação de Intervenção Social, freguesia de Stº António dos Olivais, também em Coimbra.
     Em 2003/2004, realizou o último ano de estágio, do curso, na creche e jardim de infância de S. Miguel, freguesia de Eiras – Coimbra.
     No mês de Setembro de 2004, entra nesta Instituição onde permanece até hoje, onde desempenha as funções de Educadora de Infância, no CSP do Sarzedo.
 
Blog do CSPS - Em linhas gerais, como está hoje a educação em Portugal?
 
A.R.F.R.S. - Actualmente, 
a educação em Portugal não se encontra como se desejaria para as nossas crianças.
Hoje em dia, as crianças passam cada vez mais tempo nas escolas, em actividade constante não tendo sequer tempo livre para brincar, já que é aquilo que elas mais gostam de fazer.
Toda a criança tem o direito de ser criança!
Todas as crianças deveriam ter diariamente mais espaços de tempo livre para poderem efectuar as suas próprias brincadeiras, para fazerem aquilo que lhes apetece, brincadeiras essas, adequadas à faixa etária em que se encontram.
Cada vez mais nos deparamos com maiores contrariedades, os apoios financeiros são cada vez menores, assistindo-se assim à diminuição de acordos para as nossas crianças e a uma consequente insatisfação por parte dos seus progenitores, que também não conseguem suportar as inúmeras despesas que a educação dos seus filhos actualmente acarrecta.
 
 
 
Blog do CSPS - Julga que as nossas valências infantis têm tido uma adesão satisfatória por parte da comunidade? Acha que a reputação da Instituição tem estado em alta?
 
A.R.F.R.S. - Considero que a adesão da comunidade envolvente às nossas valências de infância tem sido bastante significativa, quer pela preferência dos nossos serviços, colocando as suas crianças a frequentar as nossas valências, quer pela sua notória satisfação e adesão às diversas acções que esta Instituição tem vindo a desenvolver sempre em prol das suas crianças.
Há alguns anos a Instituição, tem vindo a crescer significativamente, aumentando assim as suas valências da infância como ainda as restantes valências.
Creio que esta Instituição se encontra bem qualificada pela generalidade das pessoas, feito do empenho, trabalho e dedicação diária por parte dos colaboradores que dela fazem parte, aspirando servir sempre, da melhor forma possível, todos os clientes que apoiam diariamente.
 
Blog do CSPS - Como tem sido a articulação, das valências, com outros sectores e outras valências do CSPS?
 
A.R.F.R.S. - Tem existido sempre que possível articulação entre as várias valências da Instituição, bem como articulação entre os diversos sectores da mesma.
É de salientar o empenho com que os colaboradores deste Centro Social se envolvem e empenham nas inúmeras acções da Instituição. Pois só desta forma é possível atingir um maior grau de satisfação quer dos colaboradores, quer dos clientes desta Instituição.
Esta interacção entre valências e/ou sectores é sempre benéfica para todos aqueles que dela usufruem, tendo-se revelado uma mais valia tanto para os nossos utentes mais novos, as crianças, como para os nossos idosos.
 
Blog do CSPS - Em sua opinião, como é que a direcção do CSPS tem apoiado as valências da infância?
 
A.R.F.R.S. - A direcção do CSP Sarzedo tem apoiado da melhor forma, que lhe é possível, as suas valências de infância.
A direcção tem contribuído de forma positiva para melhorar e inovar, bem como proporcionar melhores condições aos seus utentes mais novos.
Ao longo dos anos temos vindo a apresentar algumas inovações quer ao nível do equipamento, quer dos materiais utilizados para realizar as diversas actividades com as crianças, graças à contribuição monetária dada ao longo destes anos por parte da direcção.
Estou convicta de que a pouco e pouco, e dentro dos seus meios financeiros, a direcção irá apoiar ainda mais as valências da infância, privilegiando sempre o bem-estar das crianças que apoia diariamente.
 
 
 
 
 
 
 
Blog do CSPS - Acha que a crescente diminuição da taxa de natalidade podem interferir com o futuro das valências infantis?
 
A.R.F.R.S. - É deveras preocupante a crescente diminuição da taxa de natalidade, o que poderá vir a afectar negativamente o futuro das nossas valências infantis.
 A diminuição da taxa de natalidade é algo que nos preocupa a todos em geral, mas em particular a mim, como profissional ligada a esta faixa etária e mais própria e directamente a esta Instituição. Rereio que o futuro das nossas valências da infância comece a ser posto em causa, na medida em que, diariamente e de um modo geral, nos deparamos cada vez mais com enormes dificuldades financeiras, sendo por conseguinte colocada em causa a concepção de filhos e/ou a permanência das crianças nas nossas valências. 
 
 
Blog do CSPS - Que perspectivas faz em relação ao futuro da Instituição?
 
A.R.F.R.S. - Auguro um futuro cada vez mais “risonho” para esta magnífica Instituição que me acolheu e que já considero um “pouco” minha também.
Perspectivo a continuidade do seu crescimento de forma brilhante como até então, desde que esteja sempre presente a união, o sacrifício, a determinação, a vontade e o querer por parte de todos os colaboradores desta grande Instituição.
Só desta forma e com toda a humildade demonstrada até ao momento, será possível alcançar um futuro brilhante.
publicado por CSPS às 17:06
tags:

Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

"Quem aquece as casas são as pessoas e não as paredes, por isso desejo que em todas as respostas sociais impere o carinho, a afectividade, a alegria e o respeito por aqueles a quem se prestam os cuidados". Rosário Pimentel
mais sobre mim
Os nossos Contactos:
Tel:235 205 838 Fax:235 208 698 Email: CSPSARZEDO@sapo.pt Morada: Rua Beatriz Piedade Neves, 3300-405 Sarzedo - Arganil
pesquisar
 
blogs SAPO